De volta para a música

Ed Motta e sua última coluna para Veja.com: "A música reclama na minha porta com rolo de macarrão"Tenho adorado escrever sobre minhas paixões enogastronômicas, mas minha atividade principal, a música, reclama na minha porta desesperadamente com rolo de macarrão, como se fosse uma traição. É difícil conciliar...

Ainda faço programa de rádio, que por ser dentro do universo da música torna a atividade mais natural. Mais, ainda assim, é algo extra-criativo. Pensei em escrever quinzenalmente, mas mesmo assim ocupa meu tempo de música.

Quando falo de tempo para música, é composição, porque ouvir música é como beber água para mim, toda hora, todo dia.

Nossiter, Ed e os vinhos nacionais: "O que mais me alegrou"
A passagem que mais me alegrou na coluna com certeza foi a presença dos vinhos nacionais que Jonathan Nossiter me apresentou e os cabeças do site Notas de Degustação. Vallontano, Minimus Anima, Anghebem, Don Abel e, meu favorito, o Cave Ouvidor branco peverella ainda vão dar muito o que falar, já que o vinho é cada vez mais assunto e interesse.

Chá é uma bebida maravilhosa. Espero que alguém continue a idéia de comentar sobre aos chás que ainda não tiveram a devida atenção do meio gourmet.

Nas cervejas o cervejólogo Xavier Depuydt voltou a importar a mais "pop" das cervejas belgas, a Hoegaarden de trigo. Cerveja simples e perfeita com mexilhão e para o calor que vem aí.

Minha cabeça está totalmente focada no meu novo disco. Já estou colhendo as uvas, e preciso de tempo para cuidá-las com carinho.

Agradeço imensamente ao editor Roberto Gerosa pelo convite e o convívio muito saudável, tive liberdade total para me expressar em VEJA.com. Isso é raro em qualquer meio: liberdade.