BEBIDA
Chá branco, tão raro quanto as trufas brancas

Yin Zhen: aromas muito sutis e final de boca frutado
Sou um colecionador obcecado desde muito pequeno, comecei com selos que tinham a aviação como temática, ultraespecífico, o espírito colecionista é transportado para tudo que gosto. No colecionismo a raridade é um grande ápice, e é claro que na gastronomia isso sempre me impressiona.

No mundo dos chás, o white tea, o chá branco, é dos mais procurados por gourmets no mundo inteiro, em alguns casos raros e caros como trufas brancas italianas.

O chá branco é produzido em algumas regiões, mas os melhores estão na China, na província de Fujian. A folha da camellia sinensis é colhida manualmente antes de abrir a flor e depois secada naturalmente quando fica com a coloração prata.

O melhor chá branco que bebi foi na loja de chá Mariage Frères em Paris ano passado, o Yin Zhen ou Silver Needles. Para esse chá são colhidas somente as folhas que têm aspecto de "agulhas prateadas" dois dias por ano. É uma infusão de coloração levemente amarelada, aromas muito sutis, mas na boca é onde o chá branco apresenta as características que ficam entre a adstringência de alguns chás verdes e o final de boca frutado e longo dos chás azuis (Oolong). É um chá para beber puro, sem comida, as folhas podem ser reutilizadas até quatro vezes, e no caso do Yin Zhen deve-se esperar quinze minutos de infusão.

Pai Mu Tan, mais barato que o Yin Zhen: encontrado no Brasil
No Brasil a loja de chá alemã Tee Gschwendner importa o Pai Mu Tan, que ao lado do Yin Zhen é o topo do chá branco, com a vantagem do Pai Mu Tan ser mais barato. Conhecido também como White Peony, esse chá tem coloração e aromas mais marcantes, me remete a Champagne envelhecida, madeira molhada. O Pai Mu Tan já escolta muito bem um simples bolo de milho com erva-doce ou frutas. Na embalagem da Tee Gschwendner está escrito 2 minutos de infusão, mas todos os livros sobre chá que eu tenho recomendam 7 minutos.

Agora no verão o chá branco é dos mais indicados por ser refrescante e por diminuir a temperatura interna do corpo, segundo o livro The French Art Of Tea publicado pela Mariage Frères.